quarta-feira, 3 de dezembro de 2008

3. Como se deu a revelação da SS. Trindade - 7ª parte

Antes de mais nada, como se revelou a SS. Trindade? Há dois caminhos a serem considerados: o caminho da história e o caminho da palavra. O caminho da história é o mais amplo e geral. Deus-Trindade vai se entregando a si mesmo na medida em que a história da criação se desenvolve e avança; surgem ordens cada vez mais diversas e organizadas como expressões do único processo evolucionário. No nível vivo e humano, sempre que surgem formas cooperativas e sinergéticas, laços de solidariedade e de comunhão, aí está o Deus-Trindade em ação. Essa revelação está ainda em curso, porque a criação em evolução não se concluiu.O outro caminho é o da palavra: na consciência da humanidade foi surgindo reflexamente a percepção de que Deus é uma realidade complexa, que é vida e amor. Tais realidades expressam o caráter comunional de Deus. Essa percepção encontrou uma culminância na vida, história e destino de Jesus de Nazaré. Com razão, os cristãos consideram Jesus como o grande revelador da essência íntima de Deus, da SS. Trindade. Não tanto porque tivesse encontrado formulações trinitárias, mas porque em sua prática e na forma como se comunicava aparecia aquilo que chamamos como a revelação do Deus Trindade.

Texto de Frei Vitório Mazzuco, OFM, e Leonardo Boff

Continua amanhã com o subtítulo “2. Como se deu a revelação da SS. Trindade” – 2ª parte

Nenhum comentário: