quinta-feira, 19 de setembro de 2013

NOVOS DESAFIOS PARA UM VELHO TEMA: A FORMAÇÃO FRANCISCANA - CONCLUSÃO



  Na Formação Franciscana é preciso viver um CAMINHO como um PROCESSO. Não é viver de programas e normas estáticas, mas uma NOVIDADE CRIATIVA. A Vida tem que se transformar no ALGO MAIS do Seguimento. Formação é sempre um salto qualitativo no ideal que abraçamos. No final de cada etapa perguntar: eu mudei? Eu cresci como pessoa?

Faz parte do Caminho dos Convertidos. Não há conversão pronta, pontual, acabada, mas sim um processo de RE-ORIENTAÇÃO DA VIDA!

 Que seja uma Formação Franciscana que cresça sempre perguntando: Onde estamos? Para onde queremos ir? Onde queremos chegar como Fraternidade? Que Fraternidade queremos? Como liberar o dinamismo adormecido nas Fraternidades? Não podemos ajuntar as experiências, trocar mais idéias sobre a FF? Que modelos temos nas Entidades, nos Grupos, nas Fraternidades? Que passos damos do real para o ideal? Que meios e recursos usamos para chegar à uma boa Formação Franciscana? Com estes questionamentos podemos chegar a uma iluminação de nossas práticas formadoras. Um consenso partilhado. Avaliar sempre!

Precisamos ouvir e perceber mais os fenômenos internos, os modelos vivos que temos em nossa caminhada.

Descobrir mais PRIORIDADES na formação e investir aí, prioridades de compromissos. Fazer algo mais; fazer algo melhor.

 Aplicar sempre a Formação Franciscana à Vida!

 Trabalhar uma Pedagogia Franciscana. Sabemos a meta, mas não sabemos o como. Mais do que ensinar temos que aprender elaborar pensamentos, conteúdos, questionamentos e respostas. Nós não somos só uma grande bagagem de documentos e livros. Somos um grupo humano que enfrenta o desafio de ser forte e autêntico.

 Formar não é empurrar algo para dentro, mas sim trazer para fora uma identidade que soa em nossa intimidade

 A Formação Franciscana é um caminho para toda a vida. Temos que ter uma disponibilidade ativa e inteligente de quem se deixa formar pela Vida Franciscana e para a Vida em geral, deixando-se moldar por Jesus Cristo, pelo Evangelho, por São Francisco, Santa Clara e pela grande e imensa convivência fraterna. Estes são os verdadeiros autores da Formação! Esta é uma tarefa sempre pendente. Nunca tem fim!

Vamos dar um peso formativo ao nosso dia a dia!

    PAZ E BEM!

Frei Vitório Mazzuco, OFM

Nenhum comentário: