quarta-feira, 29 de agosto de 2007

A Espiritualidade Hesicasta - 8ª parte

2. A Oração de Jesus ou o Poder do Nome
A oração hesicasta, chamada também de “Oração de Jesus”, devido à contínua invocação do Nome de Jesus, é a oração que vai haurir a sua força no poder do Nome divino. O Nome de “Javé”, no Antigo Testamento, e o Nome de Jesus, no Novo Testamento, se identifica com a Pessoa mesma e é causa de salvação para quem o invoca: “Todo aquele que invocar o Nome do Senhor será salvo” (At 2, 21).
Invocar o Nome significa deixar que Deus transforme a pessoa que O invoca por meio de seu Filho Encarnado com o poder ou a força do Espírito; significa deixar que Deus opere a contínua e progressiva cristificação. Em outros termos significa: contemplar a Deus e tornar-se a Ele semelhante. A oração contemplativa, de fato, é o diálogo do humano com Deus, é uma união mística.
O Nome de Jesus salva, cura, purifica, limpa o coração – dizem os autores hesicastas. São Barsanúfio e São João, mestres espirituais no Deserto de Gaza (século VI) recomendam: “A memória do Nome de Jesus destrói completamente tudo aquilo que é mau”.

Amanhã, o nº 3, "A Oração do coração contrito"

Um comentário:

Anônimo disse...

Frei, grata surpresa esta série de artigos sobre o Hesicasmo. Ouvimos algo em um de nossos encontros, mas muito superficialmente. Agora podemos dizer que conhecemos um pouco mais sobre esta Espiritualidade única e, por que não, também fascinante. Obrigado pelas informações. Paz e Bem sempre! dos amigos,
Alessandro e Maira
Agudos/SP