terça-feira, 10 de julho de 2007

O que quer dizer São, Santa?


Quem qualifica a vida está na mística franciscana. Isso é cura. Curar é sanar. É fazer com que todos os encontros, todos os abraços, todos as fases sejam sãs. Você é são. Porque santo não significa aquele que foi canonicamente colocado no altar. Santo é uma grande alma. Como dizem os hindus: Mahatma. Mahatma Gandhi. Grande Pessoa, Grande Alma, Grande Valor. Mas é preciso perceber aquele que está ao seu lado. Você não é uma mulher, um homem qualquer: você é uma pessoa santa, santo.


Uma pessoa santa, sadia. É o sadio do humano. Quando digo assim: São Francisco é o humano sadio. São Francisco não é o patrimônio católico, não é um patrimônio cristão. Hoje ele é um arquétipo humano. Ele pertence a humanidade. Ele é o que a humanidade criou de melhor nos últimos oitocentos anos. Para dizer que esse é o modelo vivo, o referencial que nós precisamos de humano são. É recuperar o sadio da vida. Isso é mística!


Então, nós temos que aprender isso com a mística. Alguns sonham com a volta da garantia aos filhos e às filhas da terra a um lugar privilegiado sob os olhos misteriosos da divindade.

Nenhum comentário: