terça-feira, 31 de julho de 2007

O dinamismo sobrenatural do trabalho - 4ª parte

Este aspecto da reflexão é que nos remete à Espiritualidade do trabalho. Quando dizemos espiritualidade estamos entendendo Vida segundo o Espírito, e complementamos com a idéia de espiritualidade usada pelo Concílio Vaticano II: Forma de Vida, Gênero de Vida, ou Vida Cristã em suas mais diversas formas.

O trabalho possui a sua espiritualidade própria enquanto Projeto de Vida, enquanto relaciona o Humano ao Deus Criador, entrando assim na dinâmica de construir e fazer nascer o mundo, sustentando a vida e tecendo relações. É “investimento de Espírito na matéria no sentido de transformação desta matéria em paisagem humana e fraterna. A Bíblia considera o trabalho vocação terrestre do Ser Humano (Gn 2,15), desde a criação do mundo homens e mulheres destinam-se ao trabalho. É participação humilde e dolorosa no ato criador de Deus” (5). Trabalhando entra-se mais neste projeto.
Max Weber disse que não existe o Humano se não na ação de transformar o criado. Esta é a causa do desenfreado progresso materialista, entretanto, é a provocação para a retomada de consciência de que todo ser criado é uma responsabilidade comum entre Deus e o Ser Humano. O Ser Humano não é patrão de todo ser criado mas um administrador responsável. Esta concepção mostra a riqueza espiritual e antropológica que o trabalho possui dentro de seus valores. É uma atividade que unifica aspectos estruturantes do ser humano e da sua relação com Deus e com o mundo.

A Espiritualidade do Trabalho - Amanhã continuação deste subtítulo

Imagem de Michelangelo - A criação de Adão

Nenhum comentário: