sexta-feira, 11 de abril de 2008

ONDE HOUVER OFENSA QUE EU LEVE O PERDÃO!


Aprendamos com o belo espírito franciscano a viver em paz com nossos semelhantes! Como isto ajuda-nos a encarar a vida! Nós sabemos que hoje temos de conviver com desgraças e ofensas, com gostos diversos, antipatias, interesses contrários, podre política, calúnia, corrupção, disputas, desatenções, conflitos, amarguras. E no meio disso tudo, quanta ofensa que dói! Francisco de Assis aprendeu que, mais do que uma lei cristã, perdoar é uma necessidade. Ódio, rancor, vingança, desgosto, nos trazem apenas sentimentos negativos. Perdoar é um santo remédio para as nossas crises. Perdoar é desenterrar a bondade que está oculta em si e no outro. O perdão desarma o inimigo. Perdoar enriquece, vence a mesquinhez, supera o amor-próprio e nos lança para o outro. Perdoar é ir além dos limites da nossa generosidade. Perdoar é enfrentar o mal com as armas do bem. Perdoar é treinar a esquecer mais facilmente o mal que nos foi feito. O perdão é o fruto maior do Amor! No meio dos conflitos do seu tempo, Francisco não viveu o ódio, mas a Paz e o Bem.

Um comentário:

esperança disse...

Depois de ler a sua bela reflexão sobre o perdão, veio-me à mente o ditado popular:
ERRAR É HUMANO, PERDOAR É DIVINO!
Bem haja pela sua dedicação a este blog!
Se quiser ir visitar um blog de um confrade seu de Portugal, vá para:
http://betus-pax.blogspot.com
Vale a pena...