segunda-feira, 28 de novembro de 2016

Francisco de Assis pelo biógrafo Paul Sabatier


Paul Sabatier começou a redigir  esta obra Vida de São Francisco de Assis, USF-IFAN, Bragança Paulista, 2006, em  1890 e trabalhou intensamente até 1893 na mesma. A obra foi lançada em Paris em 1984, e a primeira edição esgotou-se em pouco tempo e teve pedido de mais quatorze traduções. Alcançou um estrondoso sucesso em todas as nações da Europa. Tolstói o leu e fez traduzir para a língua russa.

Uma biografia histórica que se tornou um fenômeno literário. Em 1931 tinha quarenta e três edições em todas as línguas europeias. Obra plena de mística cristã, italiana e medieval. Por razões ideológicas de reação contra o autor que era um protestante calvinista e pastor, o livro foi parar no Index dos livros proibidos.

É a obra que dá um impulso para os estudos históricos críticos sobre Francisco de Assis; Paul Sabatier é o pai dos estudos críticos das Fontes Franciscanas. A Universidade São Francisco de Bragança Paulista a partir de seu Instituto Franciscano de Antropologia propiciou a primeira tradução em língua portuguesa.  Editora Vozes  está preparando uma nova edição desta mesma obra. Foram muitos anos sonhados na paciência da espera e na vontade de ter mais um subsídio fundamental para a compreensão do fenômeno humano e cristão chamado Francisco de Assis.

Não é apenas uma obra a mais sobre esse personagem santo e reformador, a respeito do qual já se escreveram obras  suficientes para formar uma biblioteca. Este livro, porém, é uma obra diferenciada, estimula nossa vontade de ler e vontade de ser. É muito bom ler Francisco; o mundo precisa de sua vida real e legendária para fortalecer sua criatividade, sua esperança, seus sonhos e sua fé. Francisco é um santo empenhado em recriar a vida. Para o povo, Francisco é um prolongamento do seu modo de ser, um ser natural e sobrenatural ao mesmo tempo. É muito bom ler Sabatier, autor de um pensamento diverso. Quem pensa diferente também recria um diálogo com o mundo, com a fé, com os valores cristãos, com a ética, com a história; e nos ensina a sermos mais  autênticos.

FREI VITÓRIO MAZZUCO

Nenhum comentário: