quarta-feira, 23 de novembro de 2016

FRANCISCO DE ASSIS, O SANTO RELUTANTE

Uma das obras modernas impactantes e que inspirou outras obras e artigos, como por exemplo a Conspiração Franciscana,  temos esta: Francisco de Assis, O Santo Relutante,  de Donald Spoto, Objetiva, Rio de Janeiro,2003.  O autor é doutor em Teologia pela Universidade Fordham, professor de Estudos da Religião, Literatura Bíblica , e grande escritor, com mais de 20 obras. Ele interessou-se por Francisco de Assis após ter pesquisado, entre biografias e artigos, as 1.575 obras escritas sobre São Francisco de Assis. Segundo ele, nenhum santo foi objeto de tanta atenção da parte de historiadores e biógrafos. Ele procura olhar Francisco além dos preconceitos modernos, e vê-lo como um italiano medieval com um entendimento muito específico da realidade. Tira o mito da ideia romântica sobre a era dos castelos e dos cavaleiros errantes, das damas medievais e da honra cavalheiresca.  A vida e o exemplo de Francisco possuem uma integridade que desafia nossos preconceitos sobre o que constitui uma vida de virtude, sem falar de uma forma respeitável de encarar a religião.

Donald Spoto realça a humanidade de Francisco de Assis e diz que ele não era um teórico da vida espiritual, jamais falava de Deus a não ser em termos de experiência, porque era testemunha de um Deus vivo e atuante. Ele deu ao mundo uma vida de simplicidade radical, desvinculada de quaisquer posses e, portanto, livre para seguir os acenos da graça e o caminho que leva a Deus, a qualquer momento e em qualquer lugar em que Deus o chamasse. Fé é uma atitude diante da realidade, e a conversão é obra constante de toda uma vida. Uma vida comovente e penitente. Por ter uma clara concepção da vida, de si mesmo e dos outros, Francisco podia compreender melhor quem era Deus.

FREI VITÓRIO MAZZUCO

Nenhum comentário: