quarta-feira, 30 de setembro de 2015

FRANCISCO VIA ANTES OS VÍCIOS ESPIRITUAIS


Em Francisco existe uma atitude de moldar nos irmãos jovens, um modo de descobrirem, antes de tudo, seus defeitos espirituais e extirpá-los, mais do que as faltas corporais exteriores em que caíam. Francisco sabia que a santa obra do Espírito do Senhor supera o espírito da carne, o egoísmo do espírito e do coração, isto é, a soberba, a vanglória, a inveja, o pensar e fazer o mal, e tudo que é um obstáculo ao Espírito do Senhor. Vejamos em seu biógrafo: "Francisco, o homem beatíssimo, voltou corporalmente para junto de seus irmãos, dos quais, como foi dito, nunca se retirou espiritualmente. Entre os súditos, ele se comportava sempre com santa curiosidade, informando-se com prudente e cuidadoso exame dos atos de todos, nada deixando impune, se encontrasse algo de menos correto. E, de fato, primeiramente via os vícios espirituais, em seguida, julgava os corporais, extirpando por último as ocasiões que costumam abrir acesso aos pecados. Com todo empenho, com toda solicitude, guardava a Senhora Santa Pobreza, não permitindo, para não chegar a ter coisas supérfluas, que houvesse em casa sequer um pequeno vaso, pois que mesmo sem ele poderia fugir da escravidão da extrema necessidade. Dizia, pois, que era impossível satisfazer à necessidade e não se tornar escravo do prazer. Difícil ou rarissimamente admitia alimentos cozidos e, quando admitidos, muitas vezes, ou os condimentava com cinza ou extinguia o sabor do condimento com água fria. Quantas vezes, andando pelo mundo para pregar o Evangelho de Deus, convidado por grandes príncipes ao almoço, os quais o veneravam com admirável afeto, tendo degustado só um pouco as carnes por causa do Evangelho, colocava no bolso o restante, que parecia comer, levando a mão à boca para que ninguém pudesse perceber que ele fazia. O que direi sobre beber vinho, quando nem a própria água, abrasado ele pelo desejo da sede, admitia beber suficientemente?" (1Cel 51).

Imagem: Cena do filme "Francisco", interpretado por Mickey Rourke

Continua

Nenhum comentário: