quinta-feira, 22 de maio de 2014

PORQUE SOU LIVRE, SOU RESPONSÁVEL - Final


Ser uma presença de ação forte e simbólica: cultivo de identidade que se apresenta e fala. A ação simbólica tem consequências políticas. Apresente-se! O que não tem visibilidade não existe.  Indivíduo se esconde em cópias. Sujeito é presença e diferença muito original.  A humanidade precisa de uma sadia originalidade.

Seja uma identidade plena e não vazia. Hoje há uma extrojeção compulsória de uma identidade vazia. É o Big Brother Brasil e sua gritante audiência. É a morte da naturalidade, da sensualidade, da banalização das convivências. Não somos andróides  feitos para copular sob edredons. Isto embrutece os espíritos que sonham ser sadios.

Seja um serviço voltado para as minorias ameaçadas. Ir onde ninguém quer ir, fazer o que ninguém quer fazer. Isto uma identidade de ser, o modo de ser  franciscano tem coragem de pegar.

Seja louco e casto como Francisco! Ser casto é dizer: é possível ser humano transparente,  responsável e livre sem este circo todo!

Tenha consciência dos valores que carrega. Formação é confiar em quem constrói subjetividades fortes e não em indivíduos feitos bichinhos medrosos e  acuados.

O capitalismo vive de pessoas que estão devendo, prende as pessoas que estão comprometidas com contas a pagar. O jeito franciscano vive de pessoas que são livres e não são superadas, porque continuam a ser promessa de Realização Humana. É uma força que nos ajuda a resistir!

Paz e Bem!
Vitório Mazzuco OFM

Nenhum comentário: