quarta-feira, 16 de abril de 2014


Saúde e Espiritualidade, tema desta série, pode não dar muitas respostas, mas aponta para um  Caminho. Um caminho de transformação e de construção do humano.

São as nossas buscas numinosas e espirituais. O que é o numinoso? É a faculdade de pensar, a inteligência contemplativa que procura compreender o visível carnal e o invisível espiritual, a fala audível e o silêncio inaudível, buscar a parte mais elaborada da totalidade: corpo, mente, alma e coração.

 As nossas buscas que animam a nossa vida. O numinoso se manifesta na natureza, na arte, no encontro, no amor, no espírito, de um coração para outro coração. O numinoso pode ocorrer em um local sagrado ou na leitura de um texto, numa aula; no decorrer de um acidente ou de um sofrimento físico e psíquico intolerável. Pode acontecer através de uma experiência do absurdo, onde somos obrigados, às vezes, a ir além da razão; ou em uma experiência de solidão, quando, de repente, nos sentimos envolvidos por uma Presença. É o local onde o Divino se reflete no humano.

Saúde e Espiritualidade tem que fazer este encontro porque nós estudamos demais o ser humano a partir de suas doenças, quando poderíamos conhecê-lo melhor a partir de seu estado de realização.

A nossa dificuldade com este tema Saúde e Espiritualidade é que a saúde está associada ou ligada à doença, quando ela é outra questão. Saúde é fazer que o coração e o corpo estão pedindo. Mesmo assim, a perspectiva conceitual de opostos continua. Paul Tillich diz: “A saúde é um termo incompreensível se não for confrontado com seu oposto”.

A Espiritualidade quer ajudar a sairmos da compreensão que o caminho, para se chegar a saúde, passa através da enfermidade. A saúde não é algo que fica escondido até que a doença a faça aparecer. Será que somente a doença nos faz descobrir o corpo? Saúde não é não sentir nada. Ou será que precisamos mais  sofrer do que  desfrutar? A sabedoria popular diz que saúde a gente aprecia quando a perdemos.

Precisamos recuperar a dimensão Terapêutica do Mistério da Salvação. A atividade Terapêutica de Cristo não foi só curar doenças, mas instaurar o Projeto Salvífico do Pai, isto é, o Sadio da Existência: um desejo de viver e viver em plenitude!

Continua

Nenhum comentário: