terça-feira, 22 de abril de 2014

ESPIRITUALIDADE E SAÚDE - Final


Desta nossa série hoje temos que sair com algumas setas indicativas de um caminho que precisa ser percorrido.

1. O CAMINHO DA INICIAÇÃO:  O Iniciado (a ) é aquele (a) que tem um Caminho Orientado. Seu caminho é orientado pelo Coração e pelo Desejo. O coração nos deixa afastar do caminho do Amor. Tem os seus passos orientado por uma Grande Convocação, por uma Inspiração e por Princípios que regem a sua vida. Em cada passo tem um Mestre que vai orientar a sua Vida.  INICIAÇÃO significa receber Algo Muito Grande e passar isto adiante. Não separar o que Deus uniu: corpo e alma, espírito e matéria.

2. A TEOLOGIA E ESPIRITUALIDADE  NA SAÚDE: Deus prepara a Terra como um quadro para a existência da humanidade. A criatura humana está no centro do interesse do Criador. É criado por graça e chamado desde o início a um projeto salvífico. Cuidar do saudável é não depreciar a vida, mas assumir um sentido pleno. Viver é dom de Deus. Estar do lado da vida e prolongá-la. A saúde pertence à estrutura teológica e antropológica da pessoa. É um projeto de vida e perfeição, sempre se pode pedir mais cuidado à saúde. É a arte de viver. É a capacidade de apropriação e posse da corporeidade para levar a uma harmonia entre corpo, psique  e espírito.

3. A INCORPORAÇÃO DA SAÚDE À PASTORAL: Preparar bem os agentes da Pastoral da Saúde, com bagagem doutrinal adequada, porque eles estão muito próximos da complexa realidade do mundo da saúde e da doença. Pensar e projetar de modo diferente a ação evangelizadora de modo que ela esteja mais do lado da saúde. Não se fala mais da Pastoral dos Enfermos, do sofrimento e de Visitas a hospitais, mas sim de uma presença que leve o bem estar psicofísico do ser humano. Não falar de resignação e consolação, mas oferecer vida e vida em abundância (Jo 10,10). Uma Pastoral que acolhe o dom da vida e exorta a viver!  Não uma ação sacramentalista, mas evangelizadora.

4. A CONSCIÊNCIA DE QUE SOMOS TERAPEUTAS:  Terapeuta é aquele que cuida da totalidade do humano e da vida. É estar na raiz bíblica que nos testemunha que Deus tem como objetivo a cura total do ser humano. Anunciar a transformação do humano é trabalhar pela construção do Reino. Salvação, salus, sanar, cuidar, tudo deriva da saúde: a cura integral do ser humano. O ser humano é o resultado de relações recíprocas entre os componentes físicos, emotivos, mentais, espirituais e sociais.

5. COMPREENSÃO DO TERMO SAÚDE:  Etimologicamente  salus, salud, santé, health, e significa  totalidade e integridade. A saúde só tem sentido no quadro de uma visão holística do ser humano (Bernard Häring), ela remete ao centro. Saúde tem a ver com o ser humano que superou tudo o que é confuso, precário e fragmentado, que satisfez seu impulso infinito par a felicidade, a vida e a alegria, que chegou por completo ao que é ele mesmo.  Sociologicamente saúde é a busca e a fé comum da humanidade em buscar o melhor no nascimento e no decorrer da existência, criar um estilo de vida saudável que revele que concretize a epifania do humano pleno.  Antropologicamente é uma melhor visão do ser humano. Perguntar pela saúde é perguntar pelo ser humano. É um modo de estar no mundo de bem com a vida.  É a plena atenção ao bem estar, tanto físico, espiritual como psicológico, para criar um novo tipo de humanidade possível.

6. VIVER NUM ESTADO TERAPÊUTICO: Ultrapassar sempre as fronteiras do limite. Não instaurar o caos em si mesmo. Abrir as portas para o mais secreto e o mais íntimo de si mesmo. O que somos é o que nos nutre. O ser humano precisa dar um salto qualitativo: conectar a sua vida com seu centro sagrado e absoluto. Procurar uma noiva maneira de existir, com mais profundidade e mais humanidade. Acender a Iluminação e percorrer um caminho de liberdade. Saúde é procurar um Encontro com o melhor e com o transcendente, seja qual for a forma ( amor, espiritualidade, religião sonhos ) como um Chamado, uma Vocação. O corpo é o apoio do raio divino.


OBRAS REFERENCIAIS:
Pessini Leo e Barchifontanie Christian, “ Buscar Sentido e Plenitude de Vida, Paulinas, São Paulo, 2008.
Álvarez Francisco, “ Teologia da Saúde”, Paulinas, São Paulo, 2013.
Schiller de Kohn Vera, “Terapia Iniciática, em direção ao núcleo sagrado”, Editora Diálogos do Ser,Lorena,2010.

Nenhum comentário: