sexta-feira, 16 de janeiro de 2009

Uma pergunta existencial presente no Salmo 8

Introdução
O humano é um eterno peregrino em busca de si mesmo, um ser em busca constante. Ele se percebe inacabado. Essa consciência o faz questionar-se, e isso é sinal da necessidade de conhecer-se e conhecer o mundo envolvente. Neste processo lança para si mesmo uma série de perguntas. Este questionamento é o esquentamento da busca.
Este trabalho tem por finalidade mostrar o humano que se interroga frente à uma experiência religiosa, frente a um contato muito profundo com o seu Deus, um humano-orante preocupado com o seu destino e o seu estar-situado nesta terra dos homens. Por isso demos o título a este trabalho de: “Uma pergunta existencial presente no Salmo 8.
Por que dizemos: Pergunta existencial? É porque existem várias maneiras de se colocar questões. Existem perguntas técnicas, existem perguntas dialogais para criarem a dinâmica de uma conversa ou de uma entrevista, existem perguntas meramente filosóficas para acionarem o pensamento que pensa, e, existem as perguntas existenciais. O que é uma pergunta existencial? É aquela que o homem faz para entender o seu ser, é o diálogo com a sua profundidade. É o movimento de espírito que faz para compreender a realidade. Não é uma pergunta fácil. É preciso muita coragem para dialogarmos com as nossas perguntas existenciais.
Neste salmo encontramos esta pergunta: “Quando contemplo... o que é o homem, para que te recordes dele, o ser humano, para que com ele te ocupes?” (vs 4 e 5). Justamente esta questão quer ser a linha temática desta nossa análise. O homem foi criado por Deus à sua imagem e semelhança e esta é a força maior que o impulsiona à realização e à busca de si mesmo, na busca do humano total. Nesta caminhada, ele se assume e assume o mundo envolvente, num processo de descoberta de seu próprio ser em interação com o mundo que o cerca. O humano é um ser capaz de se realizar quando se serve de suas potencialidades e capacidades, quando busca a sua origem, quando interroga Deus para transformar-se e tornar-se melhor, estabelecendo relações interpessoais.

O Salmo 8
Glória de Deus e grandeza do homem
1 Ao regente do coro. Com a lira de Gat. Salmo de Davi.
2 Senhor, nosso soberano,
como é grandioso teu nome em toda a terra,
e tua majestade que se celebra acima dos céus!
3 Pela boca das crianças e dos pequeninos
preparaste teu louvor contra os adversários,
reduzindo ao silêncio o inimigo e orebelde.
4 Quando contemplo o céu, obra de teus dedos,
a lua e as estrelas que fixaste,
5 o que é o homem, para que te recordes dele,
o ser humano, para que com ele te ocupes?
6 Tu o fizeste um pouco inferior a um ser
divino, tu o coroaste de glória e esplendor;
7 deste-lhe o domínio sobre as obras de tuas
mãos, tudo lhe submeteste debaixo dos pés:
8 as ovelhas e todos os bois
e até os animais selvagens,
9 as aves do céu e os peixes do mar,
tudo que abre caminho pelo mar.
10 Senhor, nosso soberano,
como é grandioso teu nome em toda a terra!

Na segunda-feira, continuaremos com a análise do Gênero Literário

Um comentário:

Anônimo disse...

Pizza pie has become query your foods of any Modern.
However won't be the top believed and then they must opted since their whole feature and also gratification. Sun screen lotion and to decide on from desiccants that won't perhaps even end result in un-natural response concerning
the free gas loading. Work using conversion collected from
one of yatch into a different rrs incredibly cumbersome,
as a result cookware set web designers have fallen program
smoking tools where reduce these sorts of Or halogen ovens.



my blog post: kalorik coffee toaster