sábado, 1 de setembro de 2007

A Espiritualidade Hesicasta - 11ª parte


5. Orações simples, com poucas imagens
O Metropolita Ortodoxo Kálistos Were resume alguns aspectos importantes deste tema da oração hesicasta, baseando-se em experiências e palavras de muitos Santos eremitas:
Quando preenchemos a mente com a recordação de Deus, precisamos dar-lhe uma tarefa, uma atividade. E a única atividade, para este caso, é a invocação do Nome: “Senhor Jesus”. A recordação do Nome recupera uma mente desintegrada, partida em muitos cacos, e coloca de lado os pensamentos dispersivos. Não se trata de um conflito selvagem, nem de repressão violenta, mas de um delicado e perseverante ato de dar destaque ao Nome do Senhor. Quem não gosta de colocar em evidência o nome da pessoa amada?
Pronunciar o nome é morar na intimidade, é ir para o interior da casa. Não há necessidade de visualizar nada, mas é bastante estar dentro, morar, permanecer, bem dentro de uma sensação, de um sentimento, de uma convicção.

Amanhã, o nº 6, "Oração hesicasta e iluminação"

Um comentário:

Denise disse...

Prezado Frei,

ainda não iniciei a "oração do coração", mas o farei. Muito linda esta espiritualidade.

Sua benção.