quarta-feira, 12 de fevereiro de 2014

Francisco de Assis, terapeuta da humanidade


Quando falamos de Francisco de Assis como Terapeuta da Humanidade, temos que perguntar: O que é um Terapeuta?

O TERAPEUTA É AQUELE QUE PROCURA LEVAR ALGUÉM A UM ESTADO CRÔNICO DO SADIO. ELE MELHORA, QUALIFICA, CURA E RECONSTRÓI  A PESSOA E, COM ISSO, RECONSTRÓI O SOCIAL E O COLETIVO.

Francisco de Assis faz o caminho de sua vida orientando os desejos de seu coração. Não fez o que seu pai, a sociedade, a Igreja de então queriam que ele fizesse.  Escuta o Evangelho e traça um caminho para a sua vida. Ele tinha uma pretensão fantástica que nunca se perdeu nestes 800 anos: refazer a Igreja a partir do Evangelho. Tomava o Evangelho ao pé da letra e o vivia assim como estava escrito. Na história do cristianismo, nunca alguém tomou o Evangelho tão a sério e sempre com leveza.

Mostra para nós que Saúde não é ausência de sintomas, mas é fazer o que o coração e o corpo pedem. Fez a partir do patamar de valores do Evangelho. A Boa Nova é o Sadio da existência.

Francisco de Assis, já no século XIII, revela o paradigma moderno de que a essência do humano está no cuidado. Uma das crises maiores da civilização hoje é a falta de cuidado. Se começamos a cuidar tudo começa a dar certo. A luta de todos os Carismas das Famílias Religiosas que se inspiraram em Francisco de Assis é o cuidado. Todo terapeuta é um cuidador por excelência.

Como Terapeuta da Humanidade, o que Francisco tem a nos dizer? Que a estrutura básica do humano não é a razão, mas o afeto. Ele é o Santo que une afetividade e espiritualidade, e mostra que saúde e santidade não se separam. A Espiritualidade que ele revela para nós é que precisamos de uma Nova Sensibilidade entre valores não materiais. Uma nova ética no pensar, amar e fazer surgir um novo ser humano.

Continua

Nenhum comentário: