segunda-feira, 2 de junho de 2008

O cônego Fernando se torna Frei Antônio


Na antiga tradição dos religiosos, ao entrar para a vida Religiosa, mudava-se o nome para significar: nova identidade, nova família, nova escolha, nova missão, novo chamado. O jovem Fernando de Bulhões deixa o seu nome e escolhe outro: Antônio! Nome que se tornará conhecido e copiado no mundo todo! Frei Antônio tornar-se-á Santo Antônio! A nova escolha lhe trouxe santidade e fez de seu nome uma emoção e devoção. Por que o nome Antônio? Escolheu este nome em homenagem e imitação do santo padroeiro do convento franciscano de Coimbra que acolheu: o eremita Santo Antão. Antão, Antônio é derivativo de “Altitonante”, isto é, aquele que resssoa bem, que troveja lá no alto, que dá estrondo, que é retumbante, que soa alto, que se pode escutar com clareza, altissonante! Santo Antônio! Aquele que fez ressoar a Palavra de Deus com sabedoria, com profundidade, com clareza! Santo Antônio! A trombeta do Evangelho! Grande orador sacro, autor de grandes sermões que soube ser um bom pregador popular quanto um professor de teologia. Deus falou através dele!

Nenhum comentário: