quinta-feira, 1 de março de 2018

Evangelização na Educação - Perspectiva Franciscana - 4

Alunos do Colégio Bom Jesus em ação social por ocasião do "Dia do Pobre"


1. A EVANGELIZAÇÃO NA EDUCAÇÃO COMO PROJETO PROVINCIAL


Façamos uma síntese das ideias presentes no Plano de Evangelização da Província:

NOSSA VOCAÇÃO E MISSÃO


Somos chamados por Deus a viver o Evangelho de Jesus Cristo, segundo a forma revelada por Deus a São Francisco de Assis, e enviados a evangelizar pela vida, obras e palavras, como irmãos e menores.

1.1 Por que optamos pela educação na atualidade?

“Os frades da Província Franciscana da Imaculada Conceição do Brasil, desde seus inícios, sempre investiram na educação, num trabalho conjunto com a evangelização. São herdeiros de uma inegável e rica história na área da educação, desde os tempos mais antigos aos mais recentes. É sabido que os franciscanos restauradores da Província, no inicio do século XX, primeiro procuravam levantar a escola paroquial e só depois a matriz. Foram muitas as escolas paroquiais criadas pelos franciscanos como nucleadoras de comunidade e fontes de evangelização. Havia as diretamente ligadas à Província, ao ponto de seus diretores serem nomeados pelo Definitório (Blumenau, Lages, Petrópolis, Curitiba, Pari, Florianópolis, Rodeio, Curitibanos, Porto União, Quissamã, Ipanema, entre outras). Havia as ligadas à Paróquia (Alto da Serra, Duque de Caxias, São João do Meriti).” (Neotti, Clarêncio - Franciscanos na Educação, São Paulo,1985 ).
A produção de cartilhas e livros didáticos impressos na gráfica São José, fez nascer a Editora Vozes, e espalhou este material, a partir da Escola Gratuita São José, de Petrópolis, para outros colégios em todo país.

A presença dos frades nos seminários com uma forte educação humanística: Rio Negro, Agudos, Luzerna, Ituporanga, Rodeio, Guaratinguetá. Os Institutos próprios, a Filosofia em Curitiba (Faculdade de Filosofia São Boaventura), a Teologia em Petrópolis (Instituto Teológico Franciscano – ITF).

A expressiva atuação das Instituições pertencentes à Província: Associação Franciscana de Ensino Senhor Bom Jesus (AFESBJ) e a Casa Nossa Senhora da Paz – Ação Social Franciscana (CNSP-ASF). As duas Instituições presentes nos estados de Santa Catarina, Paraná, São Paulo, Rio de Janeiro e Rio Grande do Sul. A FAE presente em Curitiba, São José  dos Pinhais e Blumenau. A CNSP presente em Bragança Paulista, Itatiba e Campinas. Temos ainda os 25 anos de presença em Angola onde há investimento em escolas.

A Igreja e a Ordem dos Frades Menores consideram a educação “como uma plataforma fundamental e privilegiada de evangelização”. Em comunhão com a Igreja, a missão evangelizadora dos irmãos da OFM exigiu, “quase desde duas origens, ocupar-se da tarefa educativa nas escolas e universidades e, depois, nas chamadas terras de missão”. Nas Diretrizes Gerais da Ordem para a educação, pede-se que os frades “prestem especial atenção à evangelização dos jovens. As entidades que têm colégios ou dirigem centros educacionais ofereçam aos jovens uma formação inspirada nos valores evangélicos franciscanos”.

Segundo o sentir da Ordem hoje, “esta atividade educativa permite colocar as bases do que hoje se denomina diálogo intercultural e inter-religioso. Uma realidade que nos leva a recuperar com espírito crítico as grandes tradições filosóficas, teológicas, místicas e artísticas de nosso patrimônio franciscano, como sustentáculo de nossa missão de pregar o Evangelho por palavras e obras, no meio da cultura contemporânea”. (cf. OFM – Secretariado para a Evangelização, Ide e ensinai, Diretrizes Gerais para a Educação Franciscana, Roma, 2009).

Em 2013, o Papa Francisco ao se referir à educação no encontro com os superiores religiosos do mundo, no Vaticano, assim se expressou: “Os pilares da educação são: transmitir conhecimento, transmitir modos de fazer as coisas, transmitir valores. Através destes se transmite a fé. O educador, ou educadora, deve estar à altura das pessoas que educa; ele ou ela precisa se integrar sobre a forma como anunciar Jesus Cristo a uma geração em constante mudança. A educação hoje é missão central”.

Sendo a educação plataforma privilegiada de evangelização e lugar tradicional de nossa presença, queremos:

- Viver e difundir no ambiente educacional os ensinamentos de Jesus Cristo e os valores franciscanos como a solidariedade, fraternidade, minoridade, o espírito de oração, o amor ao próximo, o voluntariado, a ecologia, a cortesia, a justiça e a paz.

- Propiciar a vivência da espiritualidade evangélica franciscana nos âmbitos pessoal e profissional, fomentando a criação e preservação de um espaço para a revitalização da ética e o resgate das virtudes humanas.

- Investir na formação integral das crianças e jovens, com princípios éticos e valores humanos fundamentais à construção de uma sociedade mais justa, solidária, inclusiva e ecológica.

- Permear significativamente a vida universitária, no âmbito da pesquisa, do ensino e da extensão, por meio de projetos e atividades nos três eixos da Pastoral: espiritualidade, reflexão-formação e ação social solidária.

- Gerar uma nova cultura da paz, do encontro, do diálogo com as diferentes culturas e crenças, e da solidariedade com os empobrecidos, pelo testemunho profético dos valores evangélicos franciscanos.

CONTINUA

FREI VITÓRIO MAZZUCO

Nenhum comentário: