quinta-feira, 16 de abril de 2015

ANO DA VIDA CONSAGRADA - Reflexão sobre os votos - III



1.FUNDAMENTAÇÃO TEOLÓGICA DOS VOTOS

Como fundamentar teologicamente uma experiência viva, fiel ao Evangelho, um dos grandes sinais dos tempos, um brilho a mais no carisma cristão a partir do Carisma específico? O que é este modo de ser cristão com um modo tão peculiar de viver a própria fé? A Vida Religiosa é, antes de tudo, um fato teológico! Ela é naturalmente uma identidade teológica e uma identidade cristã. Pertence à vida e a santidade da Igreja. É, antes de tudo, um modo de ser em Deus e não apenas um modo de fazer.

A Vida Religiosa não consiste em fazer qualquer coisa, mas existir numa maneira religiosa. Ela é, antes de tudo, um Estado de Vida Religioso, e não uma atividade, um serviço, um ministério. Toda atividade na Vida Religiosa é uma função apostólica que revela, em primeiro lugar, a sua identidade. O primeiro e grande serviço é a sua presença revelando o seu Carisma.

É viver em Deus, para Deus e a partir de Deus, pois é Ele mesmo quem comunica este Projeto de Vida. Este Projeto de Vida é real no seguimento apaixonado de Jesus Cristo apoiado na convocação do Evangelho. São Francisco de Assis conhecia e vivia tanto o Evangelho que tinha uma intuição teológica maior que qualquer escola teológica. É uma vida voltada ao Senhor mediante a prática dos Votos que me remetem à humanidade.

É escutar a Vontade de Deus na própria vida e entregar a própria vida num gesto de total oferenda a esta vontade. É o maior gesto de amor filial. É um Amor que obedece, que dá o mesmo Sim de Maria. É um amor tão grande e profundo que necessariamente se torna fraterno. É mostrar a força vigorosa de um coração sensível à vontade de Deus.

É seguir, imitar e apaixonar-se por Jesus Cristo, modelo vivo e próprio para se encarnar. Ele é caminho, verdade e vida. Pessoa concreta a ser imitada.

É entender que os nosso Carisma Fundacional, no plano de Deus, é um instrumento privilegiado de mediação entre o Evangelho, Jesus Cristo e o sonho de transformar o mundo em Reino de Deus.

Imagem de São Francisco no Museu da Catalunha

Continua

Nenhum comentário: