sexta-feira, 18 de dezembro de 2009

FRANCISCAS PALAVRAS - XI


84. Francisco vê a vida cristã através do prisma da pobreza material que é o dar e receber; e da Pobreza Interior que é ser naturalmente humilde.


85. Em Francisco, ser Pobre é abandonar a própria família, sua sobrevivência e sua segurança, para confiar-se à Fraternidade.

86. Francisco, como convertido, ao mudar de mentalidade, renunciou o modo de julgar, agir e impor. Porém, a sua verdadeira conversão foi mudar de lugar.

87. Em Francisco, a expressão maior da Pobreza Interior é a renúncia de si mesmo, a conquista da liberdade interior.

88. A Pobreza franciscana é restituição voluntária e não renúncia. A Pobreza franciscana não nasce do desapego dos bens, mas de uma devolução ao único Dono.

89. A Espiritualidade Franciscana nos ensina que viver a Minoridade já é ser Pobre.

90. A Fraternidade franciscana e dizer: “Estou bem entre vocês!” A disponibilidade é um grande sinal fraterno de pobreza.

Nenhum comentário: