sexta-feira, 15 de janeiro de 2016

PROFECIA DA FAMÍLIA FRANCISCANA DO BRASIL - Final


CONCLUSÃO

Viver a vida tendo por base uma espiritualidade original e própria que ilumina as práticas. Mesmo na diversidade de  Carismas, ofícios e profissões, de carreira e competência, viver a vida com uma forte motivação da espiritualidade franciscana e clariana. Em tudo dar exemplo de vida e valor.

Sejamos loucos e castos como Francisco e Clara! Ser casto é dizer: é possível ser profundamente humano, responsável e livre sem este circo todo que está aí! Tenhamos consciência dos valores que carregamos. Mais cuidado com a Formação! Que ela seja o confiar em quem constrói subjetividades fortes e não indivíduos feitos bichinhos acuados.

O capitalismo vive de pessoas que estão devendo, prende as pessoas que estão comprometidas com conta a pagar. O jeito franciscano e clariano vive de pessoas livres e que não são superadas, porque continuam a ser promessa de Realização Humana. Esta é a força profética que nos ajuda a resistir!

Estar na  vida de maneira heroica: se tem que ser, ser pra valer, ser o melhor modo de ser e estar. Não diminuir a qualidade; ir pelo mundo mostrando a pérola conquistada. Levar o desejo que habita o coração. Estar no mundo de um modo pessoal e comunitário sem perder a alma e o espírito da vida e da ação. Viver intensamente o tempo que nos é dado. O tempo nos dá a beleza, mas o cronômetro tira o nosso olhar contemplativo. Tempo tornou-se ritmo de produção e não o gosto de existir. Do bilhete único à tarefa única. O tempo não é decidido pela pessoa; ele tirou autonomia de nossa vida. Somos escravos da pressa e da ansiedade. O tempo é a máquina do nosso tormento e não o nosso alimento. Com Francisco o tempo é Cântico das Criaturas, com Clara o tempo é silencio, contemplação e convivência.

Queremos uma lógica solidária: ninguém pode ficar esquecido ou ficar para trás. Precisamos viver em comunhão e não em solidão. Comunhão é um nível mais profundo de Fraternidade! É Família Franciscana do Brasil!

                                                   PAZ E BEM!

                                                                          Frei Vitório Mazzuco OFM

Nenhum comentário: