quarta-feira, 23 de julho de 2014

BELOS PENSAMENTOS DAS FONTES FRANCISCANAS - 10



“Outra coisa não desejemos, nem queiramos, nem nos agrade, nem nos alegre senão o nosso Criador e Redentor o Salvador, o único e verdadeiro Deus, que é o bem pleno, o bem todo, o bem inteiro, o sumo e verdadeiro bem, que só ele é Bom, carinhoso e meigo, suave e doce, que só Ele é santo, justo verdadeiro e reto, só Ele é benigno, inocente e puro; dele, por ele e nele é todo perdão, toda graça, toda glória de todos os penitentes e juntos no céu. Nada pois nos impeça, nos separe, se nos interponha". (Regra Não Bulada 23, 27-31)


“Em toda parte, em qualquer lugar, a toda hora e tempo, diária e continuamente, creiamos sincera e humildemente, retenhamos no coração e amemos, sirvamos, louvemos e bendigamos, glorifiquemos e sobre-exaltemos, magnifiquemos e rendamos graças ao altíssimo e Sumo Deus eterno, trino e uno, Pai, Filho e Espírito Santo, Criador de tudo que existe, Salvador dos que nele creem e esperam e o amam, que não teve princípio nem terá fim, imutável, invisível, inenarrável, glorioso, sobre-exaltado, sublime, excelso, suave, amável, cheio de delícias e sempre inteiramente desejável acima de todas as coisas por toda eternidade". (Regra Não Bulada 23, 32-34)

“E eu trabalhava com minhas mães e quero trabalhar. E quero firmemente que todos os outros irmãos se ocupem num trabalho honesto. E o que não souberem trabalhar o aprendam, não por interesse de receber o salário do trabalho mas por causa do bom exemplo e para afastar a ociosidade. E se acaso não nos pagarem pelo trabalho vamos recorrer à mesa do Senhor e pedir esmola de porta em porta". (Testamento 19)


Pintura de Guido Cagnacci, "Francisco em Oração"

Continua

Nenhum comentário: