segunda-feira, 9 de janeiro de 2012

2012: MAIS UM JUBILEU DE SANTA CLARA!

Neste ano quero escrever um pouco mais sobre Clara de Assis aqui no meu blog. Ela é a escondida Santa Medieval que sempre está no centro das atenções. A história não passa indiferente a Clara de Assis. Tanto ela como Francisco de Assis são modelos humanos inspiradores para um modo de existir no mundo. Santa Clara é a mulher dos passos decididos, da busca radical do Amor, de viver em silêncio e no mais livre privilégio de não ter bens materiais por possuir o Essencial que satisfaz o coração humano. A mulher que simplifica a vida e cuida da vida comum como mãe e irmã zelosa.

Modelo de conversão verdadeira, isto é, não só mudar de mentalidade, mas mudar de lugar; Clara saiu do palácio e do status de dama nobre e foi morar no Evangelho. Quando se passa para o lugar do Evangelho, toda a casa da existência tem uma nova reconstrução. Quer ser seguidora do jeito de Francisco, mas ambos encontram um modo próprio; ele sai itinerante pela casa do mundo; ela permanece cuidando do que a casa tem de mais profundo: alicerce, inspiração, convivência, proximidade, silêncio, inspiração original, fé viva, fraternidade que transforma, pobreza como ética, estética e coerência.

Para nós, acelerados e consumidores modernos, é complicado pensar que alguém renuncie tudo e vá viver num mosteiro. Esta proposta de vida não é negação nem anulação, mas é a natural liberdade de quem abraça bens superiores. Nós entendemos de bens efêmeros que preenchem nossas necessidades imediatas. Clara entende de desejo, de coração feliz, pleno, realizado. Ama o Amado, o Deus Pobre e Simples. Renuncia a fama da corte de Assis e assume ser feliz, não por um momento, mas por toda vida. E neste ano é isto que estamos comemorando: Oitocentos anos de uma vida encantadoramente feliz! Oitocentos anos de passos ligeiros rumo a um novo modo de vida. Há 800 anos muitos achavam que isto era loucura... estavam enganados! Era uma lógica de Amor que se chama Vocação!

2 comentários:

Adriana disse...

Frei Vitório, que maravilha começar o novo ano com uma reflexão sobre as escolhas de Clara de Assis a 800 anos atrás, que de alguma forma poderão nos inspirar na experiência Francisco-Clariana no nosso tempo. Abraço, em Cristo e com Francisco e Clara ao nosso lado,
Adriana

Adriana disse...

Frei Vitório, ótimo começar o ano com uma proposta de reflexão sobre Clara de Assis que certamene nos inspirará após 800 anos a caminhar com mais tranquilidade e sabedoria, em meio a tanto corre corre e estímulos intensos, porém nem sempre de qualidade. Abraço fraterno e com grande admiração. Adriana