segunda-feira, 31 de março de 2008

Paciência de Jó


O título acima é criação popular inspirada no livro de Jó, que é um livro bíblico de criação literária poderosa, polêmica, humana e teológica. Um texto que se ocupa do diálogo com Deus, não para falar de Deus, mas do porquê do sofrimento. Deus é ético e aberto ao diálogo. O humano sofredor é paciente, isto é, tem a capacidade de suportar as contradições da vida sem sair do lugar dos desafios. Não é submissão, mas coragem de enfrentar situações adversas, dialogando na fé e no respeito. Isso, mais do que paciência, é fidelidade. O humano quer ser reconhecido e percebido por Deus. A teologia não se separa da antropologia. A fé questiona e pede. Não dá para orar sem estar junto com a experiência. É preciso trazer Deus para as horas de dor e angústia".
Imagem de Michelangelo: "A criação do homem"

Nenhum comentário: