quarta-feira, 11 de junho de 2014

BELOS PENSAMENTOS DAS FONTES FRANCISCANAS – 3


“Toma o teu caminho, irmão mosca, porque queres comer o suor de teus irmãos e estar ocioso na obra de Deus. És semelhante ao irmão zangão  que, não aguentando o trabalho das abelhas, quer por primeiro comer o mel” (2 Cel 75, 4- 5)


“E assim, o espírito de Francisco derretia-se para com os pobres e, aos que não podia estender a mão, oferecia o afeto”. (2Cel 83, 3)

“Rezando nas florestas e nos lugares solitários, enchia os bosques de gemidos, banhava os lugares de lágrimas, batia com a mão no peito e aí, encontrando como que um esconderijo mais oculto, conversava muitas vezes com palavras com seu Senhor. Aí respondia ao Juiz, suplicava ao Pai, conversava com o Amigo, divertia-se com o Esposo” (2 Cel 95, 1-2)


“Assim, totalmente transformado não só em orante, mas em oração, dirigia toda a atenção e todo o afeto a uma única coisa que pedia ao Senhor” (2 Cel 95, 5)

Continua 

Nenhum comentário: