segunda-feira, 27 de agosto de 2012

ITINERÁRIO A ASSIS – 1

Esta semana começo arrumar mala e bolsa a tiracolo; hábito, sandália, roteiro, corpo, mente, alma e coração para fazer uma viagem a Assis, Itália. Vou ser guia espiritual de um grupo de leigos da Ordem Franciscana Secular de vários lugares, Minas, Rio, São Paulo; juntam–se ao grupo um frade Capuchinho e mais uma Religiosa, além de simpatizantes do mundo de Francisco e Clara. Vou fazer uma crônica desta viagem para o blog; não dá para ir lá sem dividir a experiência. Fui convidado e integrei-me a este grupo que comemora os 10 anos do primeiro Itinerário em São Lourenço, MG. O que é o Itinerário Franciscano? Um Encontro que tem a duração de um final de semana e o objetivo é apresentar a Ordem Franciscana Secular e seu carisma a interessados. O grupo que fez o primeiro Itinerário e acompanhou tantos outros planejou a viagem e foram convidando  as pessoas para completar um grupo de 30 participantes.

Começo hoje este Relato de Viagem, pois o caminho já está traçado. Para o Franciscanismo, o tema do Itinerário é importante por causa da sua Mística Itinerante. Francisco andou pelas estradas da Úmbria, da Itália, do Oriente. Mística e espiritualidade não são disciplina acadêmica, leitura de texto edificante, doutrina ou exercícios espirituais, mas sim  são passos dados num caminho de fé e sonho. Francisco deu passos concretos impulsionado pelo Evangelho: fez um Caminho! Saiu da casa de seu pai para ir para dentro de si mesmo. Deixou-se gerar por uma paternidade e maternidade espiritual e saiu nu da praça de Assis para o mundo. Foi seu novo parto. Deu passos em direção a São Damião porque ali havia ruínas e leprosos. Encontrou uma expressiva Cruz que falava em meio à fragmentação. Leu textos do Evangelho que animaram seus passos e encaminharam seus desejos. Deu passos rumo à transposição de sentidos. Irmãos e Irmãs juntaram-se aos seus passos.

Não vamos a uma peregrinação aos lugares santos franciscanos para buscarmos uma espiritualidade; mas são os lugares santos franciscanos que vêm até nós para nos ensinar a amar. Na espiritualidade somos todos itinerantes, nômades, vivemos do provisório do caminho. É o destino certo de todos os filhos e filhas do Espírito.

2 comentários:

Mariluzia de barros disse...

Obrigada Frei Vitório por esta partilha. Vou acompanhá-los em oração e sem perder uma de suas postagens. Unidos no mesmo ideal francisclariano, Ir. Marilúzia, FHIC

Valéria Rodrigues*Lela disse...

E é assim, o começo de um sonho prestes a ser realizado...
O coração pula, os olhos se enchem d'água, a emoção a flor da pele...E M O Ç Ã O!

Puxa, tá chegando o dia do embarque...

O B R I G A D A
a todos, por esta tão emocionante experiência na companhia de vocês!

Paz e Bem
*Lela*