sexta-feira, 13 de abril de 2012

Bloco de ideias para compreensão de alguns conteúdos do curso de espiritualidade - 3

PRESENÇA

A presença de todos os seres é uma só, o que muda são as características e qualidades. Todos estão presentes no mesmo momento. Na presença comum podemos viver intensamente. Basta aquietar-se, acalmar, desligar-se da correria, da movimentação excessiva que começamos a ganhar um outro tipo de relação com as coisas e com o tempo. A experiência da Presença comum de todos os seres baseia-se na Unidade. É sentir que participo da unidade experimentando a presença que eu tenho em comum com todos. Para Sartre e Camus, a presença na terra é o Bem Máximo.

FELICIDADE

Na experiência mística a felicidade não é uma simples satisfação, um contentamento, um estado de euforia. Está ligada a variedade dos seres, é um arranjo de coisas e circunstâncias. É aceitação plena do mundo e da situação dada. É ser feliz sem desejar interesses. Nada agita mais a nossa alma do que quer algo fora daquilo que está sendo vivenciado.

Felicidade é concentrar o eu na totalidade do mundo. Isto não cria vínculos superficiais. É parar para contemplar a totalidade da existência. É o nuns stans, que quer dizer,  agora imóvel, quieto, estático para perceber a pulsão de vida de todas as coisas. Este é um parar pleno de alegria. É como se o eu saísse fora de si para dissolver-se na totalidade. No grego isto é  ek-stasis = êxtase, maravilhamento, encantamento. Temos que ter saudade de algo que transcende o nosso horizonte comum.

Um comentário:

Anônimo disse...

Olá Frei Vitório Parabéns por esta série de artigos. São profundos e verdadeiros conselhos para o corpo e alma. Uso para a minha meditação e muitas vezes me vejo e me encontro em seus escritos. Gostaria de conhecer você pessoalmente. abraço!