quinta-feira, 10 de julho de 2008

SAGRADA FAMÍLIA (Lc 2,41-52)


Toda criança deve saber a vontade de seus pais e conhecer a existência de uma vontade divina. Nos limites da casa paterna e materna aprende-se os valores que determinam comportamentos do que é ser uma pessoa de qualidade. Mas descobrir a casa do Pai é ultrapassar os laços de consangüinidade. É descobrir o lugar da fé, a observância, a doutrina, o sentar-se aos pés dos Mestres para beber da Palavra, é ouvir atentamente a Sabedoria, amar o Templo e abrir a vida para um horizonte maior. Quando filhos e filhas descobrem coisas grandiosas, saem para longe e os pais sofrem com esta ruptura. Porém, é assim que se cresce em idade, estatura, sabedoria e graça. Todos nós pertencemos a uma família e a Deus. Quando uma família deixa seus filhos viverem a Revelação e o Mistério, torna-se necessariamente Sagrada!


Ícone do VI Encontro Mundial com as Famílias, a ser realizado em janeiro de 2009 com o Papa no México.

Nenhum comentário: